domingo, 1 de janeiro de 2017

BD0316Rec. Condor Popular, volume 28, fascículo 3

Não sei se nos tempos do xerife de Alkali já havia aquela máxima: «ladrão que rouba a ladrão, tem mil anos de perdão...» A verdade é que, nesta aventura, o primeiro ladrão é que é o bom ladrão, pois roubou para salvar uma vida e tencionava trabalhar para devolver tudo. As coisas complicaram-se, foi assaltado, um homem morreu e, só com a ajuda do fantasma do vale o valoroso xerife conseguiu esclarecer este caso tão estranho.
Aqui fica esta movimentada aventura publicada no fascículo 3 do volume 28 do Condor Popular.


 

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...