terça-feira, 16 de julho de 2024

BD1616. A vingança de Tutankhamon

Uma estranha e poderosa maldição parece ter-se abatido sobre todos aqueles que participaram na expedição que levou à descoberta do túmulo da Tutankhamon, profanando o seu sossego e se apoderaram das suas riquezas. Existiria alguma explicação?

sábado, 13 de julho de 2024

quinta-feira, 11 de julho de 2024

BD1614. A marca do grande alce

O único animal a quem Ayak temia era o urso castanho cujas garras eram terríveis. Mas tinha de ter especial cuidado pera enfrentar um alce e um dia em que se atreveu a aproximar de uma horda, Ayak teve o castigo pertinente para o seu descuido: um valente golpe no pescoço. Chegou perto de Ann manso como um cordeiro, mas em breve partiu para dar ao alce uma lição das antigas. Perseguiu-o sem o atacar, não o deixou comer nem beber depois de o separar dos companheiros e, quando este já manifestava esgotamento, deu-lhe o golpe final...

terça-feira, 9 de julho de 2024

BD1613. Cesar e Ernestine

O volume 20 do Jornal da BD ofereceu-nos mais algumas páginas de César e Ernestine nas quais se faz a apologia da cortesia ao volante, dafelicidade dos outros, enfim, uma série de bons conselhos a não perder...

sábado, 6 de julho de 2024

BD1612. Façanhas do Oeste, nº 11

 

Aqui deixamos mais duas histórias da Coleção Façanhas do Oeste: «O estranho vagabundo» e «Território proibido». 
Se a segunda história pouco tem que se diga, relatando a odisseia de um cow-boy que se infiltrou em território indio onde foi atacado por uma fera e depois acabou por salvar o grande chefe de um bicho semelhante passando a ser bem recebido na tribo, a primeira tem a curiosidade de encerrar uma dupla repetição. 
É que, como podem notar facilmente, já tinha sido publicada quase uma década antes no número 55 da Coleção Águia. Por outro lado, as palavras iniciais repetem o que estava escrito na capa do MA 588

Se todos os homens fossem como ele, a história do Oeste teria sido outra 

Eu não diria melhoir...

quinta-feira, 4 de julho de 2024

BD1611. O rio dos perigos

Num rio surgem muitos perigos, mas há alguns que só a maldade humana consegue explicar. Seguindo na sua jangada para a terra do ouro, Tom, Ann e Wa-Sha são abalroados propositadamente por um vapor perante o olhar de gozo do comandante e de muitos que ali viajavam. Será que algum dia teriam o merecido castigo?

terça-feira, 2 de julho de 2024

BD1610. Fantômete liberta-se

 

 

Aqui fica mais um trabalho de Craenhalls com uma heroína: Fantomête. Depois de Tony e Mimi, depois de Chevalier Ardent, deixa-nos uma intriga com o seu quê de divertido...

quinta-feira, 27 de junho de 2024

BD1608. A vingança de Ryan

Os homens que partiram para a pesquisa de ouro, afrontando neves, feras, tempestades, eram duros. Por isso, Tom Ryan não se deixou abater e tratou de perseguir aqueles que se tinham apoderado do seu magro património. Será que iria conseguir reavê-lo? Ou iria expor Ann a mais uma situação perigosíssima?

terça-feira, 25 de junho de 2024

BD1607. Michel Vaillant. Encontro em Macau

 

 

Macau é ponto de encontro da equipa Vaillant com investidores e o objetivo é convencê-los a assinar novo contrato. Mas uma beldade bem conhecida de Steve Warson tem planos semelhantes e recorre a argumentos menos legítimos...

sábado, 22 de junho de 2024

BD1606. Façanhas do Oeste, nº 10

«Calamidade» Ryan e Pedro, o fugitivo são as duas histórias que dão corpo a este álbum da Coleção Façanhas do Oeste. A primeira ilustra como um rural se infiltrou num rancho disfarçado de vaqueiro, cumprindo muitas das obrigações que competem a este tipo de pessoal, tudo com o objetivo de apanhar um pertgoso facínora muito rápido com as armas. Estranha a história de Pedro, o fugitivo que, convivendo uns dias com uns pesquisadores de oiro acabou por compreender que a vida que fazia não era a mais indicada para uma pessoa decente. E procurou regenerar-se...

quinta-feira, 20 de junho de 2024

BD1605. Os bandidos do Yukon

Os azares de tom Ryan não se ficaram pelo naufrágio, justificando o ditado que diz: "um azar nunca vem só". Depois de ter restaurado a jangada e recuperado alguns bens, um conjunto de homens que se dedicavam a assaltar os que seguiam por aquelas paragens tudo lhes roubou. E agora?... O que seria dele, de Ann?... Será que Ayak, que tinha caído numa armadilha, os poderia ajudar?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...